Skip to content

Galiotte diz que eleições no Palmeiras definirão futuro da parceria com a Crefisa

outubro 15, 2018

Candidato a reeleição no Palmeiras, o presidente Maurício Galiotte vê chances do Verdão perder o ‘gordo’ patrocínio da Crefisa caso não garanta a permanência no clube pelo próximo biênio.

Em entrevista ao Mesa Redonda, da TV Gazeta, no último domingo (14), o dirigente alviverde – que irá disputar o pleito com Genaro Marino, atual 1ª vice-presidente do Verdão e agora integrante da oposição – revela que já possui conversas adiantadas para renovar com a patrocinadora e teme a saída caso não seja reeleito.

Da minha parte, como palmeirense, como dirigente, vou fazer com que a Crefisa e FAM fiquem para sempre. Esse é o meu papel como dirigente, eu não posso responder por eles (Leila Pereira e Roberto Lamachia, proprietários das empresas). Com certeza, se a eleição for favorável a nós, o patrocínio será renovado”, afirmou o mandatário.

Se eu for reeleito, vai continuar. Vejo o Palmeiras com muito otimismo para o futuro. A chance da Crefisa e FAM renovarem com a gente é muito grande. Eles são extremamente importantes para a gente“, completou.

Para disputar a reeleição no Verdão no próximo dia 24 de novembro, Galiotti terá os vice-presidentes Paulo Roberto Buosi, Décio Perin, Alexandre Zanotta e José Roberto Caliari.

Com 1.639 votos, ele foi eleito em 2016 para assumir no lugar de Paulo Nobre (de quem era vice), montou bons times para as competições de 2017 e 2018, mas não conseguiu levar a equipe alviverde a conquista de títulos como seu antecessor.

CARREIRA DE MAURÍCIO GALIOTTE DENTRO DO PALMEIRAS

O empresário faz parte da política do Palmeiras desde o início dos anos 2000, quando foi eleito como suplente para o Conselho Deliberativo. Três anos depois, Galiotte assumiu o cargo de conselheiro efetivo na gestão de Mustafá Contursi.

Ele também participou dos mandatos de Affonso Della Monica, de Luiz Gonzaga Belluzo e se tornou vice-presidente e braço direito de Paulo Nobre, em 2013.