Skip to content

Filho de Jair Bolsonaro provoca o Boca Juniors: “A Bombonera cheira mal”

outubro 30, 2018

Em quase um ‘esquenta’ de Palmeiras x Boca Juniors-ARG, Eduardo Bolsonaro, filho do presidente eleito Jair Bolsonaro e deputado federal mais votado em 2018 no Brasil, resolveu deixar a política de lado e cutucar o time argentino nesta terça-feira (30).

Palmeirense declarado, assim com o pai que se tornou o 38º presidente eleito do Brasil, ele concedeu entrevista à rádio Mzdol.com, da Argentina, e provocou o rival do Verdão nesta quarta-feira (30).

Sou do Botafogo, mas também torço pelo Palmeiras. Eu não gosto muito do Boca. A Bombonera cheira mal”, disse Eduardo Bolsonaro aos risos.

A provocação do político ganhou destaque na imprensa argentina e brasileira. Jornais argentinos como La Nación, Clarín, Olé e o portal da emissora TyC Sports discutiram sobre a provocação e reprovaram a atitude.

Os veículos também destacaram que o parlamentar não se corrigiu e nem se preocupou em se retratar pela declaração em que julga ser uma piada com o estádio Xeneize.

Fato curioso é que o presidente da Argentina, Maurício Macri, necessitará de contato com Jair Bolsonaro a partir de 1 de janeiro de 2019 e já foi presidente do Boca Juniors.

DUELO DECISIVO ENTRE PALMEIRAS X BOCA JUNIORS

Palmeiras x Boca Juniors se enfrentam nesta quarta-feira (31), às 21h45 (horário de Brasília), no Allianz Parque, em jogo de volta da semifinal da Copa Libertadores da América 2018.

Na partida de ida, em La Bombonera, os Xeneizes viram Dario Benedetto brilhar com dois gols no segundo tempo e jogam no Brasil por qualquer empate e até por derrota por um gol de diferença para ir à grande final da maior competição do futebol sul-americano.

Já o Verdão precisa vencer por três gols de diferença para avançar e brigar pelo segundo título da Copa  Libertadores. Caso devolva o placar de 2 a 0 da ida, a vaga na decisão da Libertadores será nas penalidades máximas.