Skip to content

Cápsula da SpaceX, de Elon Musk, retorna à costa da Flórida

março 9, 2019

Uma cápsula não tripulada do SpaceX de Elon Musk chegou ao Oceano Atlântico na sexta-feira, completando com sucesso uma missão crucial para a missão da NASA de retomar o vôo espacial humano de solo norte-americano ainda este ano.

Depois de uma missão de seis dias na Estação Espacial Internacional, a Tripulação do Dragão se destacou por volta das 2h30 (horário de Brasília) e disparou de volta à Terra, atingindo velocidades hipersônicas antes das 8:45 am EST (1345 GMT). 200 milhas (320 km) da costa da Flórida.

Um foguete SpaceX lançou a cápsula de 4,9 metros do Centro Espacial Kennedy, na Flórida, no último sábado.

“Tudo aconteceu perfeitamente, na hora certa, do jeito que esperávamos”, disse Benjamin Reed, diretor de gerenciamento de missão da SpaceX, em uma transmissão ao vivo da Califórnia.

Foi um marco crucial no Programa de Tripulação Comercial da Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço dos EUA antes do primeiro vôo de teste tripulado da SpaceX programado para ser lançado em julho com os astronautas norte-americanos Doug Hurley e Bob Behnken.

“Esta é realmente uma conquista americana que abrange muitas gerações de administradores da NASA e mais de uma década de trabalho”, disse o atual administrador Jim Bridenstine.

Steve Stich, vice-gerente do programa de tripulação da Nasa, disse que o veículo estava indo bem depois da queda.

A cápsula, que foi retirada da água por um barco usando um guindaste, deve voltar ao país no domingo. A transmissão ao vivo mostrou que sua camada protetora foi desgastada pelo calor intenso durante a reentrada.

A missão transportou 400 libras (180 kg) de equipamento de teste para a estação espacial, incluindo um manequim chamado Ripley equipado com sensores em torno de sua cabeça, pescoço e coluna vertebral para monitorar como um voo se sentiria por um ser humano.

A tripulação da estação espacial de três membros recebeu a cápsula no domingo passado, com a astronauta norte-americana Anne McClain e o astronauta canadense David Saint-Jacques entrando na cabine da Crew Dragon para realizar testes e inspeções de qualidade do ar.