Skip to content

Atlético-MG tem pior temporada desde 2011

novembro 10, 2018

Faltam seis compromissos para o Atlético-MG encerrar a temporada de 2018. E este ano foi o pior do Galo desde 2011. Desde 2012, o time mineiro conquistou ao menos um caneco ou foi vice-campeão nacional, algo que não vai acontecer até dezembro.

Neste ano, o Campeonato Mineiro ficou com o Cruzeiro em final contra o Atlético-MG. Na ida, 3 a 1 para o Galo e 2 a 0 para a Raposa na volta. Como a Raposa fez melhor campanha na primeira fase, ficou com o caneco com a igualdade de 3 a 3. Na Copa do Brasil caiu nas oitavas de final para a Chapecoense. Foi eliminado na primeira fase da Copa Sul-Americana para o San Lorenzo. E na única competição que tem no momento, o Campeonato Brasileiro, é o sexto na tabela de classificação e briga por uma vaga no G-6 – atualmente é o sexto colocado, mas tem Santos e Atlético-PR na cola.

– Pode-se dizer que sim (é a pior temporada desde 2011). Devido às circunstâncias, à situação. É um momento muito delicado, que a gente não gostaria de estar atravessando. Esperamos que o final dele seja positivo. Ainda estamos no G-6. Se terminasse hoje, estaríamos com a vaga na Libertadores. É nosso objetivo atual. Esperamos manter – declarou o zagueiro Leonardo Silva.

Até o momento, o Atlético-MG tem 50% de aproveitamento em 2018, também pior número desde 2011, quando a equipe brigou para não ser rebaixada. Com uma hipotética seis vitórias nos últimos seis jogos, o rendimento chegaria a 54,54%, menor porcentagem desde 2012.

Temporada do Atlético-MG desde 2012
2012 – Campeão mineiro e vice do Campeonato Brasileiro – aproveitamento no ano: 69%
2013 – Campeão mineiro e da Libertadores – aproveitamento no ano: 59,15%
2014 – Campeão da Recopa Sul-Americana e da Copa do Brasil -aproveitamento no ano: 61,71%
2015 – Campeão mineiro e vice do Campeonato Brasileiro – aproveitamento no ano: 58,85%
2016 – vice da Copa da Brasil – aproveitamento no ano: 62,82%
2017 – Campeão mineiro – aproveitamento no ano: 56,1%
2018 – vice do mineiro – aproveitamento no ano (até aqui): 50% (pode chegar até 54,54%)

Últimos seis jogos do Galo no ano: Palmeiras (casa), Paraná (fora), Bahia (casa), Internacional (fora), Santos (fora) e Botafogo (casa)

Para ficar com a vaga na Libertadores: de acordo com o matemático Tristão Garcia, o time mineiro precisa chegar aos 59 pontos (faltam 13 – quatro vitórias e um empate). Ou seja, o Atlético-MG teria que ter um aproveitamento de 72,22% de aproveitamento nas últimas seis rodadas.