Skip to content

Vice de futebol do Cruzeiro comenta alto investimento no futebol e projeta Brasileiro

outubro 19, 2018

Com a conquista da Copa do Brasil, o Cruzeiro parte agora para planejar o seu elenco visando a Libertadores do ano que vem, meta de título da diretoria. Com a alta exposição dos jogadores por conta do sucesso na competição nacional, o vice-presidente de futebol Itair Machado garante que o objetivo é manter a atual base e diz contar com um trunfo para isso: os altos salários – a folha salarial do elenco supera os R$ 12 milhões.

– A gente sabe que segurar os atletas não é fácil. Mas a vantagem de ter salário alto é essa. Não é qualquer time que leva Arrascaeta, Thiago Neves, Dedé, esses jogadores que todo mundo fala que são os mais caros. No Cruzeiro, todo mundo recebe bem. A gente preza por isso para não descompassar o grupo. A gente acredita que a dificuldade que se tem do jogador sair é essa. Os jogadores são bem remunerados, recebem em dia. Para sair, só se for uma proposta boa para o Cruzeiro e para o atleta – disse o mandatário em entrevista ao Globoesporte.com.

Fábio, Dedé, Thiago Neves, Arrascaeta, Fred…jogadores de alto nível e que, consequentemente, incham o custo mensal da manutenção do elenco. em ‘troca’ a competitividade e briga por títulos, o que ocasiona em mais renda por possíveis conquistas. Assim, a tendência é de um elenco mais forte para chegar forte na principal competição continental.

– Você ganha título não só com jogador em campo. É a força do grupo. O que o Cruzeiro tem que fazer não é mandar jogador embora porque o salário é caro, porque não é titular. É arrumar dinheiro. Está provado aí: dinheiro traz dinheiro – disse Itar Machado.

Os próximos compromissos da equipe na atual temporada não vão garantir mais um troféu, mas pode angariar mais dinheiro em caixa. No Campeonato Brasileiro, quando mais alto na classificação o clube terminar, mais grana irá receber. Atualmente, a equipe é a décima com 37 pontos. Portanto, nada de cumprir tabela nos últimos 10 jogos restantes – Chapecoense (casa), Ceará (casa), Paraná (casa), América-MG (fora), Atlético-PR (fora), Corinthians (casa), São Paulo (fora), Vitória (casa), Flamengo (casa) e Bahia (fora).

– A intenção nossa é subir na tabela do Brasileiro. Quase ninguém divulga, mas tem uma parte do dinheiro que é dividida por colocação. O Cruzeiro precisa, sim (do dinheiro). Vamos pegar forte, convidar toda a torcida para comparecer no Independência (neste domingo, contra a Chapecoense), para a gente ganhar mais três pontos no Brasileiro. Temos certeza que, com a força da torcida, vamos trazer contratações para lutar pela Libertadores ano que vem – comentou o vice-presidente de futebol.