Skip to content

Nacional-URU 0x1 Fluminense: com gol de Luciano, Tricolor vai para as semifinais da Sul-Americana; confira os melhores momentos e detalhes do jogo

outubro 31, 2018

Primeiro tempo
Marcar gol em um time que não sofreu nenhum atuando em casa nas competições internacionais da temporada – Libertadores e Sul-Americana. Essa era a missão do Fluminense no Estádio Parque Central. O Nacional, além de não ter sido vazado, somava seis vitórias e um empate nos jogos dos dois torneios em questão.

A equipe brasileira começou melhor a partida e chegou no ataque pela primeira vez aos 3′, em cabeçada contra a própria meta da defesa uruguaia, depois de cobrança de falta de Ayrton Lucas, em que Conde teve que mandar a bola para escanteio. Aos 15′, Digão mandou de cabeça para o gol após cobrança de escanteio de Sornoza e desvio de Gum, mas o árbitro já havia paralisado o lance por conta de falta de Gum em García.

A torcida do Nacional não parava de cantar nas arquibancadas, mas o time não conseguia se impor no duelo em que o Fluminense era melhor, mas não conseguia criar chances reais de gol. A posse de bola com 25′ era de 57% para os brasileiros e 43% para os uruguaios.

Aos 29′, Everaldo invadiu a área pelo lado direito e caiu pedindo pênalti em disputa com García. O juiz chileno Roberto Tobar mandou o jogo seguir e deu escanteio. O Nacional fez bom ataque aos 33′ em cruzamento de Fucile em que Gum tirou o doce da boca de Bergessio que estava atrás do zagueiro para completar para o gol na pequena área.

Luciano deu lindo passe para Ayrton Lucas que ficou na cara do gol e bateu cruzado, mas fraco fazendo com que a defesa uruguaia afastasse o perigo após o goleiro Conde ser batido, aos 38′. No último lance do pimeiro tempo, ao 45′, Jadson cruzou da direita e Luciano mandou de cabeça, com força, mas no meio do gol. Intervalo.

Segundo tempo
Com 20 segundos, Ayrton Lucas cruzou rasteiro da linha de fundo para Luciano, sozinho na área, bater mal na bola e perder boa chance de abrir o marcador. O camisa 29 se redimiu e marcou aos 3′ em uma lambança do goleiro Conde, que saiu jogando errado e tocou nos pés de Sornoza. Ele tocou para Luciano, que teve calma para tirar da marcação e do arqueiro para marcar. Resultado merecido. 

No minuto seguinte ao sofrer o gol, o Nacional chegou com muito perigo. Bergessio cruzou rasteiro da esquerda e dois jogadores do time uruguaio não conseguiram completar para as redes. O Fluminense recuou com o marcador a favor e começou a apostar nos contra-ataques. Aos 17′, Zunino recebeu de Romero e finalizou de fora da área por cima da meta de Julio César. 

Aos 28′, Sornoza teve boa cobrança de falta pela esquerda, mas mandou por cima da meta. Nos minutos finais, o Nacional tentou pressionar, mas o Fluminense se defendia bem e não corria sérios riscos de sofrer o empate. E por pouco o segundo não saiu com Matheus Alessandro, que roubou a bola no meio-campo e partiu sozinho na cara do gol, mas mandou à esquerda, aos 45′.  Fim de papo.

Pela primeira vez desde 2009 o Fluminense alcança uma semifinal de competição internacional (Libertadores). Agora espera o vencedor de Bahia e Atlético-PR que se enfrentam ainda nesta quarta (na ida, 1 a 0 para o Furacão, fora de casa).

? Ficha técnica

Local: Estádio Parque Central, em Montevidéu (Uruguai)
Data: 31 de outubro de 2018 (Quarta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Roberto Tobar (Chile)
Assistentes: Christian Schiemann (Chile) e Claudio Rios (Chile)

⚽ Gols: Luciano (48′)
Cartões amarelo: De Peña, Sebastián Fernandéz, Chory Castro e Rolín (Nacional); Digão e Gum (Fluminense)
Cartões vermelho: Espino (Nacional)

Nacional-URU: Conde; Fucile (Viudez 79′), Rafael García, Rolín e Espino; Romero, Oliva (Aguiar 84′), Zunino e De Peña (Sebastián Fernandéz 56′); Chory Castro e Bergessio. Técnico: Alexander Medina

Fluminense: Julio César; Ibañez, Gum e Digão; Jadson, Airton (Paulo Ricardo 82′), Richard, Ayrton Lucas e Sornoza; Everaldo (Júnior Dutra 81′) e Luciano (Matheus Alessandro 88′). Técnico: Marcelo Oliveira

Confira abaixo aos melhores momentos da partida:

https://www.youtube.com/watch?v=WQ84w7w2UA8