Skip to content

mau mandante x bom visitante: como chegam Cruzeiro e Corinthians para o jogo de ida da final da Copa do Brasil

outubro 10, 2018

Cruzeiro e Corinthians começam a decidir nesta quarta-feira quem vai ficar com o título da Copa do Brasil de 2018. O jogo de ida da final acontece nesta quarta-feira, às 21h45, no Mineirão. E as equipes têm retrospecto curioso na atual edição: os mineiros não venceram em casa até aqui e os paulistas não foram derrotados longe de seus domínios.

O time de Mano Menezes atuando como mandante soma dois empates e uma derrota, com três gols marcados e quatro sofridos – aproveitamento de apenas 22%. Já a equipe de Jair Ventura como visitante tem um triunfo e duas igualdades, com uma bola na rede e nenhum tento levado – aproveitamento de 55%.

Entretanto, vale ressaltar que desde que o atual treinador corintiano chegou ao clube, o time não venceu longe de casa. Em três compromissos, foram uma derrota (para o Palmeiras por 1 a 0) e dois empates sem gols (com Flamengo e América-MG).

Na temporada, o Cruzeiro atuando como mandante soma em 30 jogos: 18 vitórias, oito empates e quatro derrotas, estas para Grêmio (1 a 0), São Paulo (2 a 0), Santos (2 a 1) e Flamengo (1 a 0), com 48 gols marcados e 17 sofridos. O Corinthians em 2018 como visitante soma em 29 partidas: nove triunfos, estas contra São Caetano (4 a 0), Novorizontino (1 a 0), Botafogo-SP (2 a 0), Palmeiras (1 a 0), Independiente (1 a 0), Paraná (4 a 0), Deportivo Lara (7 a 2), Vasco (4 a 1) e Chapecoense (1 a 0), sete igualdades e 13 reveses, com 35 tentos anotados e 27 levados.

Cruzeiro como mandante na Copa do Brasil
Cruzeiro 1×1 Atlético-PR
Cruzeiro 1×2 Santos
Cruzeiro 1×1 Palmeiras

Corinthians como visitante na Copa do Brasil
Vitória 0x0 Corinthians
Chapecoense 0x1 Corinthians
Flamengo 0x0 Corinthians

Mineiros e paulistas se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h45, no Mineirão. A Celeste pode se tornar a primeira equipe a vencer a Copa do Brasil por dois anos seguidos. Apenas uma vez, desde então, o atual campeão conseguiu alcançar a final no ano seguinte: o Grêmio, campeão em 1994 diante do Ceará, encarou o Corinthians em 1995 na decisão e foi derrotado. O Cruzeiro busca o sexto título para se tornar o maior campeão da competição. O Timão tenta o quarto caneco.

Cruzeiro contra paulistas em finais
O rival da Raposa é o único que ela ainda não conseguiu derrotar em uma final. Ambos já se enfrentaram em um decisão, no Campeonato Brasileiro de 1998, com o Timão levando a melhor.

Contra os demais rivais, o Cruzeiro venceu duas vezes o São Paulo, uma vez o Palmeiras e uma vez o Santos em finalíssimas. Aliás, contra o Corinthians, será a primeira vez no ano de 2018 em que o time mineiro irá decidir fora de casa. Nas outras oito vezes em duelos eliminatórios, a equipe teve o Mineirão como aliado no jogo de volta. Destas, apenas contra o Boca Juniors o clube não conseguiu avançar, em mata-mata válido pela Copa Libertadores, quartas de final.

Em 15 partidas eliminatórias na atual temporada, o Cruzeiro soma oito vitórias, três empates e quatro derrotas. Curiosamente, a Raposa fez o resultado como visitante, tendo apenas desempenho razoável atuando como mandante – três triunfos, três igualdades e dois reveses.