Skip to content

José Carlos Peres comenta sobre reforços para 2019 no Santos

outubro 18, 2018

Na última terça-feira, o presidente do Santos, José Carlos Peres fez uma reunião com o volante e executivo de futebol, Renato, e com o gerente administrativo Sergio Dimas para tratar do planejamento do Peixe para a temporada de 2019. Além do trio, o treinador Cuca participou de parte das conversas. De acordo com Peres, quatro posições serão reforçadas para o ano que vem.

– Posso falar de posições que detectamos em conjunto. Gostaria de mais tempo do Cuca, mas precisamos de lateral-esquerdo, mais um, um volante de ofício, não um segundo volante, um substituto ou alguém que reveze com Alison. Está segurando desde o começo do campeonato, segura as pontas, forte atrás. Depois temos um centroavante de qualquer maneira. Também acho que mais um 10 seria interessante.

Peres revelou também o desejo de contratar Robinho, que tem contrato com o Sivasspor, da Turquia, até o meio de 2019 e Diego, atualmente no Flamengo e que também tem contrato até junho do ano que vem – ambos são crias da base santista. Além disso comentou sobre uma nova investida no atacante Vagner Love.

– Falei no começo do ano que tinha corrido uma decisão à revelia. Se está condenado, não posso contratar. Recorreu para reverter. Falei que não poderia ser massacrado e poderia reverter – disse o mandatário sobre Robinho, que responde em liberdade depois de ser condenado à primeira instância, a nove anos de prisão por uma suposta “violência sexual em grupo” , em 2013, quando atuava pelo Milan.

Sobre Diego, Peres disse que primeiro vai ver se o meia vai continuar ou não no Flamengo na próxima temporada para, se for o caso, tentar negociar um retorno do jogador à Vila Belmiro.

– Ele seria bem recebido aqui, mas não podemos ficar falando. O Flamengo pode vir com dinheiro e segurá-lo. Ele teria que descer da cadeira. Pelo que soube, ganha um salário mensal alto. Existe essa possibilidade (de conversar com o Diego). O jogador está lá e seria deslealdade. Como o Atlético-PR fez com o Bambu. Ele está definindo a situação no Flamengo. Acho que pode sair. Ou assina longo ou dispensa.

Por fim, falou sobre Vagner Love, que por pouco não defendeu o Santos na janela de transferências do meio do ano. Não chegou ao clube pelo fato de o negócio não ter sido concretizado a tempo. O atacante defende atualmente o Besiktas, da Turquia.

– Sim (possibilidade de voltar a negociar com Vagner Love). É interesse do Cuca. Ele era um 9 que queria quando chegou. Tínhamos um prazo, ficamos até 0h e não dá para negociar com turco. Tem que pisar com ovos. O problema do Love foi fazermos negociação rápida, o Cuca ligou, e estava livre. O clube queria se desfazer. Só que o filho da mãe começou a jogar e fazer gol. Complica um pouco, mas ninguém perde o desejo de se livrar.