Skip to content

Em coletiva, Cássio critica agente de Pedrinho

outubro 19, 2018

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, goleiro Cássio criticou o agente Will Dantas, que coordena a carreira do meia Pedrinho. Após o apito final da decisão da Copa do Brasil, o empresário comentou em suas redes sociais que o ciclo do jovem no Corinthians havia acabado (posteriormente ele voltou atrás e disse apenas que a joia corintiana interessa a diversos clubes europeus).

– Acho que primeiro que as coisas se resolvem aqui, não falando fora. Esse tipo de situação. Vejo muitos empresários sendo negativos para o jogador. Nesse quesito, sou suspeito de falar, sou muito bem assessorado pelo meu empresário (Carlos Leite). Muitas vezes meu empresário veio e me deu uma dura ou tentou me aconselhar. Neste momento, o Pedrinho tem que focar em trabalhar, em se dedicar dentro de campo, e o empresário em assessorar ele. Amanhã ou depois se chegar uma proposta e ele quiser ir embora se não tiver feliz, faz parte – comentou o goleiro.

Cássio, diferentemente da diretoria do clube, que ficou irritada com a postura de Will Dantas, mas optou por não se pronunciar publicamente, defendeu Pedrinho e citou o presidente Andrés Sanchez, ao dizer que ele não segura jogador quando o mesmo quer ser negociado ou não estiver feliz no clube.

– Temos um presidente que nunca segurou jogador e diz que quem não estiver contente pode seguir. Não tem o que falar do Pedrinho, é um menino bom, tem um grande futuro. Mas esse tipo de situações do empresário falar… Aqui no clube somos muito francos. Tudo o que tem que ser falado, é falado aqui dentro. Não vi o Pedrinho se manifestar, só o empresário. É difícil botar o menino no meio também. Complicado falar, não cabe a mim julgar o certo ou errado. O empresário, em se tratando de um menino novo, deveria dar o suporte que o atleta precisa neste momento.

O Corinthians tem nove jogos a disputar pelo Campeonato Brasileiro até o final da temporada – Vitória (fora), Bahia (casa), Botafogo (fora), São Paulo (casa), Cruzeiro (fora), Vasco (casa), Atlético-PR (fora), Chapecoense (casa) e Grêmio (fora). A equipe é a 11º na tabela de classificação com 35 pontos, quatro a mais que o Ceará, (que tem um jogo a menos) primeiro time dentro da zona de rebaixamento.

A equipe volta a campo no domingo, às 16h, contra o Vitória, no Barradão. Será um confronto direto, já que os baianos ocupam a 14º posição, com um ponto a menos que o Timão.