Skip to content

Corinthians 1×2 Cruzeiro: Gols, Melhores Momentos E Detalhes Do Jogo

outubro 17, 2018

Desde o início a torcida do Corinthians empurrava a equipe com muita festa nas arquibancadas. Mas, os primeiros minutos do jogo foi muito truncado e com muitas faltas. Em dez minutos de confronto, nenhuma finalização e jogada de perigo. Jair Ventura optou por escalar de início Emerson Sheik e Jonathas no ataque, ao lado de Romero. Pelo lado do Cruzeiro, Lucas Romero começou na lateral esquerda, vencendo a disputa com Marcelo Hermes (Egídio não atuou por conta de suspensão).

Eram 15 minutos no relógio e o jogo continuava muito estudado e tático. Com 20 minutos, Ralf e Gabriel, os dois volantes do Corinthians, já estavam amarelados. A primeira finalização foi aos 21′, de fora da área de Thiago Neves, que pegou chute de primeira, após cabeçada de Léo Santos que disputava bola com Barcos. Cássio agarrou com segurança.

Aos 27′, gol do Cruzeiro. Rafinha roubou a bola de Léo Santos pelo lado esquerdo, tocou para Barcos, que finalizou da meia-lua na trave, com desvio de Cássio, e a bola sobrou para Robinho, da entrada da área, mandar para as redes. 1 a 0 e vantagem ampliada.

O segundo gol do time mineiro quase saiu aos 33′, em cabeçada de Dedé após cobrança de falta de Thiago Neves pelo lado esquerdo. O Corinthians não conseguia incomodar. Com 35′ havia finalizado apenas uma vez. Entretanto, aos 35′, o zagueiro Henrique fez a torcida quase gritar ao mandar de cabeça à esquerda da meta de Fábio, depois de cruzamento de Jadson em bola parada pela direita. Fim da primeira etapa.

Logo no começo do segundo tempo, aos 5′, Thiago Neves deu carrinho dentro da área que teve contato com Ralf. O juiz Wagner do Nascimento, a princípio, não havia marcado nada, mas foi consultar o VAR. Após ver o replay, assinalou penalidade. Jadson bateu rasteiro na direita e fez, com Fábio pulando no outro canto. Foram quatro minutos até a decisão final. O Timão não balançava as redes há 435 minutos na temporada (contra América-MG, Flamengo, Cruzeiro e Santos).

Com o empate, o duelo ficou quente. Aos 15′, Thiago Neves cobrou falta da esquerda e Léo quase marcou em finalização no segundo pau. Cássio defendeu bem. O VAR voltou a entrar em cena aos 24′. Jadson fez jogada pela direita da área, Dedé faz o corte e cai, e Pedrinho acerta linda finalização da meia-lua e faz o gol. Entretanto, o juiz foi consultar o árbitro de vídeo e anulou o tento corintiano por falta de seu camisa 10 no zagueiro cruzeirense.

O segundo tempo era totalmente oposto ao primeiro, com emoção, finalizações e chances criadas. O duelo era aberto. Aos 31′, Arrascaeta arriscou chute do bico da área pelo lado esquerdo, mas mandou longe. O uruguaio fez um golaço aos 36′. Em contra-ataque, ele recebeu de Raniel e partiu para o gol para dar uma cavadinha por cima de Cássio. 2 a 1. Maior goleador estrangeiro da história do Cruzeiro com 47 gols. Fim de papo. Hexacampeonato para o clube (1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018). R$ 64 milhões para o clube, maior premiação da história na América Latina. Como comparação, o título de 2000 rendeu 200 mil à Raposa.

O time celeste se tornou a primeira equipe a vencer a Copa do Brasil por dois anos seguidos. Apenas uma vez, desde então, o atual campeão conseguiu alcançar a final no ano seguinte: o Grêmio, campeão em 1994 diante do Ceará, encarou o Corinthians em 1995 na decisão e foi derrotado.

? Ficha técnica

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 17 de outubro de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Bruno Boschilia (ambos do RJ)
Público pagante: 45.978
Público total: 46.571
Renda: 5.108.151,00 (maior renda da Arena Corinthians)

⚽ Gols: Robinho (27′), Jadson (54′) e Arrascaeta (81′)
Cartões amarelo: Ralf, Emerson Sheik, Fagner, Jadson, Clayson e Gabriel (Corinthians); Rafinha, Robinho e Thiago Neves (Cruzeiro)

Corinthians: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Gabriel (Mateus Vital 80′) e Jadson; Romero, Emerson Sheik (Clayson 77′) e Jonathas (Pedrinho 66′). Técnico: Jair Ventura

Cruzeiro: Fábio; Edílson, Dedé, Léo e Lucas Romero; Henrique e Ariel Cabral; Robinho, Thiago Neves (Lucas Silva 80′) e Rafinha (Arrascaeta 66′); Barcos (Raniel 74′). Técnico: Mano Menezes

Assista abaixo aos melhores momentos da partida:

https://www.youtube.com/watch?v=vs8W2hCwh4E