Skip to content

Professoras descobrem que aluno de 2 anos foi estuprado pelo pai

março 19, 2019

Notícias – Duas professoras e uma psicóloga que trabalham em uma creche do Assentamento Jaguaribe, na cidade de de União do Sul, dirigiram-se até a Polícia Militar descobriram que aluno de 2 anos foi estuprado pelo pai. Elas efetuaram um boletim de ocorrência na sexta-feira, dia 15 de março, após terem encontrado um ferimento estranho e altamente suspeito no ânus do garoto.

Você também pode se interessar por:

Aluno de 2 anos foi estuprado pelo pai

A priori, as profissionais pensavam que podia ser simplesmente uma assadura ou coisa do gênero. Entretanto, o garoto começou a falar termos como “bumbum”, “dodói”, “pau”, “papai”. Isso provocou fortíssimas suspeitas nas trabalhadoras.

As três funcionárias do local começaram a questionar a criança a respeito do “dodói” para ver se ela forneceria mais respostas ou detalhes e assim descobrir alguma coisa, porém a criança só falava “papai”.

Uma enfermeira da referida cidade, que igualmente possui um filho na mesma creche foi chamada. Ao examinar o garotinho, afirmou que aquilo não era uma assadura. Por essa razão, as professoras e a psicóloga julgaram melhor registrar um boletim de ocorrência.

Uma equipe da PM deslocou-se para a residência do menino a fim de tentar encontrar o pai, porém o mesmo não se encontrava em casa. Os policiais foram para a creche e lá encontraram a mãe da criança, que havia acabado de chegar para buscar o menino.

A PM questionou a mãe a respeito do marido e declarou que o mesmo estava na fazenda onde trabalha desde o dia 12 e por essa razão só voltaria no sábado, dia 16 de março.

A princípio, ninguém foi efetivamente preso. Contudo, o ocorrido foi registrado como estupro de vulnerável e devidamente encaminhado à Polícia Judiciária Civil para investigação.