Skip to content

#BolsonaroDay: Dia da Mentira vira protesto

abril 1, 2019

Hoje, os usuários da Internet no Brasil decidiram transformar o primeiro de abril. Anteriormente, era popularmente conhecido como o Dia da Mentira, em uma forma de protesto contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL). Aliás, essa manifestação online nomeou a presente data como sendo o #BolsonaroDay.

Leia também:

Em razão de todas as manifestações e protestos virtuais, a hashtag #BolsonaroDay ficou em primeiro lugar nos trending topics do Twitter. Ademais, outras redes sociais também postaram sobre o assunto.

Como os internautas aderiram ao #BolsonaroDay

Em princípio, o conjunto de usuários que integraram o corpo dos protestos, muitos rememoraram certos episódios e frases polêmicas do atual presidente.

Entre os episódios comentados, estão as denúncias sobre o uso massivo de fake news no decorrer das eleições. Além disso, os internautas relembraram promessas e posturas formuladas por Bolsonaro, mas que acabaram não sendo cumpridas por ele. Em outras palavras, choveram críticas com relação às discrepâncias entre discurso e prática do presidente.

Por outro lado, outros internautas usaram de ironia para fazer elogios falsos à Bolsonaro, deixando claro em seguida que era mentira e postar memes. Até mesmo o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad aderiu à essa modalidade de manifestação.

De forma irônica, Haddad disse o seguinte: “O Bolsonaro é uma das pessoas mais inteligentes que eu já conheci”, em sua conta oficial no Twitter. Ele emendou dizendo: “Saudade do tempo de criança”.

Os tweets do #BolsonaroDay

Além de Haddad, várias pessoas no Twitter postaram pegadinhas à moda de 1º de abril envolvendo Bolsonaro.

Posteriormente, uma delas, feita pelo vereador Celso Giannazi, dizia o seguinte: “Vou acabar com a corrupção! 1964 não foi golpe! Reforma da Previdência acabará com os privilégios! Logo após se notabilizar pelo uso das fakenews ☝?em toda a sua campanha até o Planalto, @jairbolsonaro agora tem dia oficial. #Trending #Diadamentira #1ºdeabril”.

Veja abaixo: